terça-feira, setembro 07, 2010

Noruega - Portugal, 1-0

«O Inferno é português. A Selecção Nacional perdeu esta terça-feira em Oslo frente à Noruega (1-0), depois de mais um erro inacreditável, desta vez da autoria de Eduardo. Ao fim de dois jogos da fase de qualificação, Portugal tem um ponto e, sobretudo, não dá a ideia de ter alguma reserva de ideias e de energia para combater a crise profunda em que está instalado.»
(in MaisFutebol)

Não tenho a completa certeza de "o inferno ser português" ou se somos nós (diga-se eles) que têm uma tendência suicida para o procurar e por lá criar a sua morada.

Dizer que este momento que vive a selecção nacional é uma surpresa é estar a dizer uma mentira. Todos, pelo menos os que por fora vêm a selecção, conseguem ver que tudo está mal, e não apenas algumas coisas, e que assim vai ser dificil, senão impossível, conseguir o apuramento.

Para além do erro do Eduardo, crucial mas que todos têm o direito de cometer, estão todos os outros, começando e acabando naqueles que comandam esta selecção, carente de um verdadeiro piloto e não o automático que tentaram vender. O antigo não servia, nem serve, e este "automático" também não está a servir.

Entre outras coisas como se explica que a perder desde os 21 minutos de jogo apenas se mexa na equipa aos 72 minutos????? E a segunda mudança foi aos 84 minutos de jogo?????
Como se explica acabar o jogo sem utilizar todas as substituições possíveis????

A FPF tem uma reunião marcada para a próxima quinta-feira. Dessa reunião eu espero apenas que todos, mas sem excepção, todos se demitam. Está na hora de acabar com esta vergonha que nos fazem passar.

Deixo aqui uma sugestão para todos os elementos da FPF. Antes ou depois da reunião comam um belo bacalhau com batatas. São 4 batatinha provenientes do Chipre com uma postinha de bacalhau da Noruega. Coloquem tudo na conta da federação e depois assinem a carta e sigam a vossa vida.

1 comentário:

low desert puke disse...

Acho que nunca estive tanto de acordo contigo.