quinta-feira, setembro 30, 2010

CSKA - FC Porto, 0-1

«Uma insuficiência rara neste F.C. Porto para materializar com golos a superioridade apresentada no relvado rendeu a vitória mais magra da época. A formação de Villas-Boas acabou por sofrer, é verdade que sim, sofreu aliás a um nível muito próximo do que tinha feito na Figueira da Foz, e apenas por culpa dele.»
(in MaisFutebol)

Uma primeira parte muito boa não merecia uma segunda parte muito sofrida.

Notava-se que o CSKA não era equipa para o FC Porto. Notava-se que a vitória podia ser fácil e "gorda". Notava-se ... mas acabou por não se notar assim tanto.

O excesso de confiança dos jogadores do FC Porto, aliados a um jogo tão fácil, originaram um final de jogo muito sofrido e valeu a falta de talento dos jogadores do CSKA para que o sofrimento não fosse maior.

A equipa jogou o suficiente para ganhar, e é certo que isso basta para levar os três pontos, mas não havia necessidade disso.

À parte destas coisas, próprias de adeptos portistas que querem sempre mais :), o FC Porto foi, e é, excelente. Décima primeira vitória da época e seis pontos no grupo L.

Segue-se o Guimarães.

quarta-feira, setembro 29, 2010

Fala AVB ...

André Villas Boas fez a antevisão do encontro frente ao CSKA. O treinador portista acha que o mais importante é manter a qualidade exibicional e isso irá garantir a vitória no jogo de amanhã.

Um passo para o apuramento

«Estabelecemos como objectivo interno conquistar duas vitórias ate à paragem do campeonato. Se triunfarmos aqui, chegamos aos seis pontos, o que nos deixa muito bem colocados face aos jogos que ainda temos para disputar no Dragão, ao mesmo tempo que nos dá margem de manobra para o encontro seguinte, na Turquia.»
Estilos definidos
«Apesar de não estar em primeiro lugar no campeonato búlgaro, o CSKA pode criar-nos problemas, porque tem um jogo agressivo e objectivo. É uma equipa que sabe esperar pelo momento certo para penalizar o adversário. O estilo de jogo do CSKA deve mudar pouco, porque eles jogam no seu terreno. O nosso também se manterá, porque acreditamos nas competências que temos demonstrado. Já sabem qual é a nossa estrutura de jogo: as alterações que temos feito fazem parte de uma lógica de oportunidades, porque há jogadores que demonstram competitividade para entrar na equipa. Se estivermos ao nosso melhor nível, estamos confiantes de que trazemos os três pontos para Portugal.»
Competitividade interna
«Sentimos que os jogadores estão num patamar muito elevado de rendimento. A competitividade interna que existe é louvável, porque nos permite tomar decisões de acordo com os jogos e com aquilo que idealizamos em termos estratégicos. Foi assim com o Olhanense e será assim com o CSKA. Vamos escolher o ‘onze’ ideal para vencer. O calendário é apertado e as oportunidades acabarão por surgir para todos.»
(in site do FC Porto)

terça-feira, setembro 28, 2010

Parabéns FC Porto


«O FC Porto festeja esta terça-feira o seu 117º aniversário. As comemorações principiam no Estádio do Dragão, às 9h30, com o hastear da bandeira. A partir das 11h00, na Igreja das Antas, realiza-se uma missa de evocação da memória de dirigentes, técnicos, atletas e associados já falecidos»
(in site FC Porto)

Algarve - O segredo mais famoso da Europa



Por isto e por muito mais do que isto é que eu vim apenas para passar férias e já não saí mais daqui.

Haverá melhor maravilha para viver do que o Algarve. Há de certeza, mas não neste país à beira mar plantado.

segunda-feira, setembro 27, 2010

Taça de Portugal 2010-2011

«O F.C. Porto, detentor da Taça de Portugal, recebe o Limianos, da III Divisão, na terceira eliminatória da prova, sorteada nesta terça-feira. Os encontros estão marcados para 17 de Outubro.»
(in MaisFutebol)

«Seguramente, não vai ser como hoje, não vamos jogar sozinhos, o Limianos vai estar presente, teremos todo o gosto nisso, porque é uma terra bonita e, se a memória não me trai, será a primeira vez que o FC Porto se encontra com o Limianos. Vamos defender este troféu, do qual somos vencedores e porque o FC Porto pretende vencer todas as provas em que entra. Naturalmente, o Limianos não é do nosso campeonato, mas nesse dia vai sê-lo. Para nós conseguirmos vencer temos de continuar a jogar como até hoje, respeitando o adversário e jogando com seriedade.»
(Fernando Gomes director do departamento de scouting do FC Porto)

Não há adversários fáceis mas o Limianos é um adversário perfeitamente ao alcançe do FC Porto, pelo que não se espera outra coisa que não seja a vitória.

Curiosamente o jogo da Taça de Portugal vem na melhor altura. Após as paragens para os compromissos das selecções nada melhor do que um jogo acessivel para recolocar o ritmo certo nos jogadores.

Contos azarados - O Pirata

Um marinheiro e um pirata encontraram-se num bar e começam a contar as suas aventuras nos mares.


O marinheiro nota que o pirata tem uma perna de pau, um gancho e uma pala sobre um olho.

Curioso, pergunta:
- Por que é que tens essa perna de pau?

O pirata explica:
- Nós estávamos no meio de uma tormenta no mar. Uma onda enorme passou por cima do navio e atirou-me ao mar. Eu caí no meio de um monte de tubarões. Lutei contra eles e consegui voltar para o navio, mas um tubarão conseguiu abocanhar a minha perna.

- Que história! Mas e o gancho? Foi culpa do tubarão também?

- Não, o gancho foi outra história. Nós estávamos a abordar um barco inimigo e, enquanto lutávamos, fui cercado por quatro marinheiros. Consegui matar três, mas o sacana do quarto cortou-me a mão...

- E a pala no olho?

- Uma gaivota cagou-me no olho.

- E perdeste o olho só por causa da gaivota?!?!

- Era o meu primeiro dia com o gancho...

sábado, setembro 25, 2010

FC Porto - Olhanense, 2-0

Mais um jogo, mais uma vitória. A tabuada dos três assenta que nem uma luva neste Dragão.

Uma primeira parte muito melhor que a segunda. Mas entede-se que assim tenha sido. Não havia necessidade de continuar com o sufoco criado e fazia sentido baixar um pouco o ritmo do jogo porque há jogo na próxima quinta-feira.

A equipa do FC Porto prima pela organização e pela capacidade das suas linhas se manterem juntas e em constante auxilio. A continuar assim vai ser dificil parar o FC Porto.

P.S. Eu tinha razão. Não foi aos 25 minutos mas foi aos 23 :)

P.S.2 Agora o Olhanense pode continuar a ganhar, ou empatar. Sabem que a partir de agora, como até aqui, vou continuar a festejar as vossas (nossas) vitórias. Hoje foi diferente :D

quinta-feira, setembro 23, 2010

Adepto de quem??



Adepto do Benfica numa reportagem à Benfica TV.

Ainda mais hilariante do que o anterior :)

Berro de Eduardo Barroso



Hilariante :)

Fala AVB ...

André Villas Boas fez hoje a antevisão ao jogo do próximo sábado frente ao Olhanense. No seu jeito habitual o treinador portista falou sobre o adversário, sobre o momento da equipa e as vitórias que lhe estão associadas, das arbitragens, do novo seleccionador nacional e até teve tempo para elogiar, em certa medida, o treinador benfiquista.

Preparados para tudo

«O Olhanense pode ganhar ao FC Porto com duas organizações distintas: a jogar olhos nos olhos ou a partir de um bloco defensivo baixo, com saídas rápidas e agressivas para o ataque e apostando nas bolas paradas. Temos de estar preparados, na nossa organização, para contrariar essas duas formas de jogo. O Olhanense é terceiro classificado com mérito, mas gosto de equipas que se defrontam olhos nos olhos, seja com quem for. Foi assim que, na Académica, em ultimo lugar, defrontei todos os grandes e umas vezes saí-me bem, outras mal. Pode ser um jogo extremamente difícil para nós, se a abordagem for a de esperar o nosso erro. Não sou ninguém para criticar, é um estilo que leva à eficácia, mas não me agrada. A qualidade de jogo depende do que o FC Porto fizer, mas também do que o Olhanense quiser.»
O presente da equipa
«O FC Porto não é uma equipa invencível, comete lacunas como as outras. A perfeição é inatingível. Porém, a organização está estável e temos conseguido um número bom de oportunidades, reduzindo ao mínimo os lances de perigo do adversário. Temos um volume de jogo importante e há concretização, que se resume num número considerável de golos. Isso dá-me satisfação.»
A análise da arbitragem
«Penso que se está a abrir um precedente grave e estranho. Parece-me demasiado óbvio que a intervenção do Vítor Pereira vem na sequência do desapontamento de um clube e incide mais sobre lances de determinado jogo e a posterior suspensão de Olegário Benquerença. Um mau jogo de um dos árbitros pode acontecer com qualquer clube e não me parece que o encontro em causa tenha sido suficiente para abrir o precedente. No entanto, se foi um resumo das primeiras cinco jornadas, então que se faça também um levantamento à décima. Que se aborde todos os clubes e se tratem todos da mesma maneira. O Vítor Pereira pode dizer que é uma abordagem geral e de certa forma é. Se é para disfarce ou não, não sei. Se a fez pela pressão a que esteve sujeito nestas últimas semanas, parece-me um precedente bastante grave. Há-de chegar o dia em que nos sentiremos injustiçados, e se calhar vamos exigir o mesmo tipo de acção. Quem diz o FC Porto, diz outros clubes.»
Organização oleada
«Não se pode justificar estas cinco primeiras jornadas com erros de arbitragem. Parece-me que o FC Porto arrancou muito bem e que os outros ‘grandes’ e o Braga não arrancaram tão bem como no último ano. Não há que tirar mérito ao FC Porto pelo que tem conseguido. Numa opinião particular, o jogo menos bem conseguido foi com a Naval, mas criámos oportunidades que justificaram a vitória. Se isto vai ensombrar o resto das jornadas, isso depende da sequência de vitórias dos outros candidatos. O refúgio deles será sempre o mesmo e convém-lhes dar-lhe sustentação. O FC Porto não tem onde se refugiar, refugia-se na sua organização e a sua organização é forte. Permitiu-nos fazer 15 pontos nestas primeiras jornadas e esperamos que chegue aos 18 no sábado.»
Jorge Jesus
«Não posso distanciar-me do que sempre disse. Sou um apreciador das equipas montadas pelo Jorge Jesus e da qualidade do seu jogo, porque é um treinador que privilegia o espectáculo. Agora entendo que na competição não há amigos, há adversários que jogam as suas armas. Tanto mete pressão o Jorge Jesus no treinador do F.C. Porto, como o treinador do F.C. Porto mete no Jorge Jesus. Nesse sentido, é uma guerra à distância»
Paulo Bento como selecionador
«É uma óptima escolha. Ontem tive a irreverência de o saudar e meti a minha equipa técnica toda à sua disposição. Só lhe posso desejar as máximas felicidades. O Europeu está numa fase prematura, como o campeonato, por isso acredito que é possível o apuramento. O espaço de manobra é curto, mas o Paulo Bento sabe. Concordo quando ele diz que a selecção tem de dar tudo em vez de receber, nesta altura»
Já manifestei a minha vontade sobre o clube da terra onde estou actualmente a viver. Quero que o Olhanense vença todos os jogos do campeonato menos dois, o do próximo sábado é um deles :) Aos meus amigos olhanenses novamente as minhas desculpas, já sabem o que a casa gasta.

quarta-feira, setembro 22, 2010

Habemus selecionador

«Sinto satisfação e orgulho. Já sou seleccionador. Amanhã [quarta-feira] respondo a tudo. Foram tratados todos os detalhes que havia para tratar»
(Paulo Bento in A Bola)

Depois dos avanços e recuos na escolha de Paulo Bento para selecionador eis que a decisão foi finalmente tomada. Foram mais duas semanas de indecisão que têm apenas o dom de obrigar Paulo bento a fazer já hoje uma convocatória em cima do joelho.

Este cantinho manifesta o seu apoio ao novo selecionador. Trabalha com tranquilidade e faz aquilo que parece impossível.

segunda-feira, setembro 20, 2010

Nacional - FC Porto, 0-2

«Quinta jornada a ganhar, nona vitória consecutiva na era Villas-Boas, décima nona desde finais de Março. Os números acumulam-se e espelham o conforto da liderança do F.C. Porto que confirmou a tradição de ser feliz na Choupana, num jogo em que teve sempre o vento a favor.»
(in MaisFutebol)

Contra factos não há argumentos. Os números falam por si.

No jogo de hoje o F.C. Porto foi sempre a equipa que mais fez para levar os três pontos, e a estratégia foi compensatória.

O meio campo dos portistas foi a chave do jogo. Estrutura assente em Moutinho e Belluschi garantiram estabilidade, os alas Varela e Hulk seguraram a defesa e espalharam o pânico, muito bem apoiados por Sapunaru e Álvaro Pereira. Foi aqui que se ganhou o jogo de hoje.

Numa coisa (serão sempre em várias mas ...) temos de tirar o chapéu a Villas Boas. A equipa está estável em todos os aspectos e isso reflecte-se na qualidade de jogo apresentado.

E sim, há uma grande penalidade a favor do Nacional. Se o facto desta grande penalidade não ter sido assinalada alteraria o destino final do jogo, essa é uma coisa que ficará sempre baseada num SE. Eu penso que não. O Nacional não jogou nada e não estava a jogar nada. Colocar a igualdade no marcador, quando ainda faltava tanto para jogar, não iria impedir o FC Porto de ganhar o jogo.
Quem viu o jogo e sabe ver futebol tem de concordar com isto.

Diz lá outra vez

«Há várias áreas que estão a ser tratadas, não quer dizer que seja só com o José Mourinho. Mourinho é treinador do Real Madrid, não falei com ninguém do Real Madrid. Está todo o processo em aberto. Quero lembrar que na passada quinta-feira comprometi-me a desenvolver diligências para encontrar um novo seleccionador, tudo isto está a ser feito»
(Gilberto Madaíl, a 17-09-2010, in MaisFutebol)

«Primeiro tinha que obter da parte dele a confirmação e depois fazer aquilo que fiz, contactar o presidente do Real Madrid. Que me disse, até face a notícias que já tinham vindo nos jornais espanhóis, de desagrado, que me disse que não era possível, porque quer a Junta Directiva quer os adeptos não iam permitir uma situação destas. Portanto, eu tinha previsto uma ida a Madrid esta semana, pelo que já não foi necessário e cancelei-a»
(Gilberto Madaíl, a 20-09-2010, in MaisFutebol)

O que é verdade hoje é mentira amanhã LOL

Bestas viram bestiais

A máquina de propaganda vermelha já não tinha um dia assim desde a pré-época, altura em que o clube do regime já era bi-campeão e tudo era apenas "a walk in the park".

 «Regresso do campeão. Benfica já teve momentos ao nível da época passada.»
(in A Bola)

«Resposta de campeão. Bis de Cardozo resolve derby intenso»
(in Record)

 «Banquete de Cardozo. Águia dominadora e bis paraguaio a pôr fim à fome de golos.»
(in O Jogo)

Hoje todos são bestiais. Há dias assim. Até as maiores bestas conseguem ter os seus momentos de glória.

Espero que mais logo, lá por volta das 21h30, eu esteja a festejar o distânciamento dos dois clubes de Lisboa. É que parecendo que não, em caso de vitória portista no jogo desta noite, a vitória do benfica tem o dom de afastar o outro clube de Lisboa do topo da tabela classificativa.

Estou a ter um sentimento de "dejá vu". É que já vi isto antes. O FC Porto na frente e os clubes de Lisboa a disputarem, renhidamente, um campeonato à parte LOL

Ouvido masculino

Muitas vezes ouve-se dizer que as mulheres falam demais, o que não deixa de ser verdade.
Mas não há problema, porque o ouvido masculino também é selectivo e das coisas mais maravilhosas que jamais a técnica produziu.

Quando a mulher diz:
"Esta casa está numa desordem, Amor!
Tu e eu precisamos de limpar isto.
As tuas coisas estão espalhadas no chão
Ainda ficas sem roupas para usar se
Não as lavares agora!"

O homem só ouve:
bla, bla, bla, bla, Amor
Tu e eu, bla, bla, bla, bla
bla, bla, bla, bla, no chão
bla, bla, bla, bla, sem roupas bla, bla, bla, bla,
bla, bla, bla, bla, agora!

(recebida via e-mail)

sábado, setembro 18, 2010

Fala AVB ...

André Villas Boas fez hoje a antevisão ao encontro de segunda-feira frente ao Nacional da Madeira.

Nada transcendente
«Temos oportunidade de ganhar pontos a, pelo menos, um adversário directo, mas convém lembrar que esta será apenas a quinta jornada. São oito vitórias consecutivas, mas são apenas quatro na Liga. Não há nada de transcendente nisso.»

Motivação e obrigação
«Pode ser uma boa oportunidade para aumentar a vantagem pontual em relação a um ou mais concorrentes, em caso de vitória na Madeira. Se isso pode funcionar como motivação extra? Acho que sim, acho que poderá ser, mas a obrigação desta equipa passa sempre por conquistar a vitória.»

Consolidar
«Os jogos fora com o Nacional e o Guimarães e, de permeio, com o Olhanense em casa, são importantes para nós, por se tratar de oportunidade para consolidarmos a liderança, até porque, nesta fase, registar-se-ão confrontos directos entre outros candidatos ao título.»

O melhor e o pior
«Parece-me muito cedo para tirar ilações definitivas sobre o Nacional, que tem alguns jogadores importantes lesionados. E, se o Nacional foi capaz do melhor e do pior em casa [venceu o Benfica e perdeu com o Guimarães], também apresentou um registo idêntico jogando fora, com uma vitória em Vila do Conde e uma derrota em Leira.»

Passar jornada na liderança
«O mais importante é sabermos que passamos esta jornada na liderança, queremos conquistar os três pontos, cimentando a liderança, e aproveitar os confrontos directos entre outros opositores nas próximas jornadas.»

Contra o bloqueio mental
«As deslocações à Madeira, pela regularidade com que se regista o tropeção, tornou-se um bloqueio mental. São sempre jogos complicados e é fundamental afastar esse bloqueio. A equipa está forte e vamos à Choupana para jogar na máxima força.»

Lado imprevisível
«Toda esta alternância que temos feito, mais a variabilidade de jogo que temos evidenciado, mais o que cada jogador é capaz de oferecer ao colectivo e esse factor surpresa permitem-nos encarar todo este leque de opções com extremo agrado, pelo que é possível que possa haver alterações no onze, embora o mais importante seja sublinhar esse lado imprevisível daquilo que o FC Porto pode fazer.»

Competitividade interna
«A estreia do Otamendi é tão importante como a estreia do Sereno ou a titularidade do Rolando e do Maicon. O Sereno e o Otamendi têm um desafio pela frente e o Rolando e o Maicon têm-se revelado uma dupla segura dentro de um colectivo forte. Trata-se de competitividade interna. Sinto que todos os jogadores têm sido competitivos e que todos ameaçam ser convocados. A alternância na convocatória revela isso mesmo.»

Velocidade de adaptação
«O Falcao é um jogador de grande prestígio e o Walter também. Creio que há adaptações mais bem sucedidas do que outras ao jogo europeu e ao futebol português. E o Walter teve um período de inactividade antes de chegar ao FC Porto. O facto de estar presente com regularidade nas convocatórias revela um jogador disponível para ameaçar a titularidade.»

Mensagem perigosa
«A mensagem de vitória e de sucesso é perigosa, porque permite o frenesim e um determinado tipo de elogios que podem levar a um tropeção. O frenesim do elogio máximo e do FC Porto bestial pode passar rapidamente ao outro extremo. Esta é a continuação de um percurso de 12 vitórias consecutivas iniciado na época passada. Não é nada de anormal para o FC Porto, que tem de manter-se numa dinâmica de vitórias.»

Nova ordem
«Temos um grande percurso pela frente. A mim e aos jogadores, entusiasma-nos uma nova ordem, uma nova organização. Sem criticar a anterior, que tantos êxitos conseguiu, creio que a nova organização estimula outro tipo de qualidades gerais nos jogadores, tanto tácticas como técnicas, além da liberdade que têm em jogo para decidir. Essa liberdade, que é condicionada, traz um novo estímulo aos jogadores, permitindo-lhes reencontrar novas soluções neles próprios, que eles mesmos desconheciam, o que conduz a um tipo de jogo imprevisível. Fundamental é impedir que esta onda de elogios conduza ao relaxamento.»

Cadeira de sonho
«Não aceitaria conduzir a selecção portuguesa em dois jogos, porque, como sabem, estou sentado na minha cadeira de sonho e não abdico dela por nada.»

(in site FC Porto)

sexta-feira, setembro 17, 2010

Derby Algarvio

«Olhanense e Portimonense encontram-se, esta sexta-feira, pela primeira vez num jogo a contar para o máximo escalão do futebol nacional. Isidoro Sousa e Fernando Rocha, presidentes, respectivamente, do Olhanense e do Portimonense, antevêem "um jogo aliciante"»
(in A Bola)

Primeiro quero dizer que se me tivessem dito, à 10 anos, que o derby algarvio em 2010 seria entre o Olhanense e o Portimonense teria-o chamado de louco.

Contava ir ver o jogo ao estádio, porque também eu prevejo um jogo aliciante. O Olhanense está a fazer um excelente inicio de época (apenas 1 golo sofrido e 6 pontos) e o Portimonense porque se nota que tem vindo a crescer (6 golos marcados). Agora já sei que não o vou ver, ao vivo, pelo que me sobra apenas a televisão e a companhia dos amigos.

Tal como tenho dito, quero que o Olhanense ganhe todos os jogos excepto dois. É fácil saber quais são :)

A surpresa.

«Fui contactado pelo presidente da Federação Portuguesa de Futebol a solicitar-me meia dúzia de minutos de conversa e eu obviamente disse que sim, informando o Real Madrid desse encontro em que não sabia o que estava em causa, mas podia imaginar. O presidente da federação, de um modo muito objectivo e até emocional, pediu-me que, pelo facto de os campeonatos pararem durante 15 dias nesse periodo, (...) tentasse ajudar a Selecção nesses dois jogos decisivos, que podem abrir a qualificação ou afastar a equipa de vez do Europeu. Disse-lhe o que pensava. Primeiro, que não é um treinador que em dois ou três dias que pode ajudar muita coisa; depois que os jogadores têm de ajudar com espírito de missão e não apenas passear classe e prestígio ganha nos clubes; que a imprensa tem de estar unida à volta da Selecção; e por fim que os portugueses têm de encher estádios para empurrar a equipa. A minha ajuda seria muito limitada. No entanto, como tinha prometido há algum tempo que a Selecção era um objectivo meu daqui a 20 anos a full time com total disponibilidade e sem tipo de limitação e também que num momento de aflição eu nunca diria não. Não lhe digo não, porque não ficaria bem comigo próprio, com o meu orgulho de português. Mas não posso dizer que sim, porque sou treinador do Real, tenho um trabalho que me apaixona, que é para os próximos quatro anos. Entreguei à sua capacidade para conseguir persuadir o Real Madrid a decisão e coloco-me fora das conversas e das decisões»
(José Mourinho in MaisFutebol)

É com enorme surpresa que leio estas declarações do Special One. Pensava que o treinador do Real Madrid iria negar categóricamente o desafio proposto por Gilberto Madaíl. E tinha esse pensamento apenas porque pensava que ele, tal como eu, o achava absurdo.

Continuo a achar esta estratégia de contratação provisória um absurdo. Uma solução a curto prazo que, mesmo ganhando os dois encontros em causa, não asseguram a qualificação da selecção nacional ao Europeu de 2012. Ficaria sempre a faltar o resto, que teria de ser assegurado por um outro treinador.

Ou será que depois deste pedido se iria novamente a correr para o Mourinho a solicitar mais uma esmolinha? Uma esmolinha apenas para os próximos dois e assim por diante.

Ao que nós chegámos senhores. Façam um favor a todos e demitam-se.

quinta-feira, setembro 16, 2010

FC Porto - Rapid, 3-0

«Centímetro a centímetro, este F.C. Porto vai acumulando dimensão dentro do jogo. Esta noite somou a oitava vitória consecutiva, a oitava vitória em oito jogos oficiais, aliás, mantém um registo impecável, portanto, recebe aplausos da bancada e solidifica uma competência colectiva que devolve aos sonhos um tom de azul.»
(in MaisFutebol)

O jogo seria na teoria fácil para o FC Porto. A equipa, com uma enorme solidez, fez o resto e tornou o jogo na prática fácil.

Para que o desejo manifestado na conferência de imprensa não passa-se apenas disso mesmo era necessário arrancar este competição com uma vitória. Foi isso mesmo que aconteceu.

Apesar de, a espaços, a equipa embrulhar-se nos passes nas zonas mais recuadas e em determinadas alturas (fim da primeira parte) se ter esquecido que o adversário também podia levar perigo à sua baliza, o FC Porto mostrou-se sempre regular e consciente do seu objectivo. Marcar e ganhar.

Foi um bom inicio de Liga Europa. Está a ser um excelente inicio de época. É para manter.

«Era importante ganhar hoje, vamos ter jogos fora difíceis e queríamos os três pontos para ajudar a consolidar aquilo que temos feito. Era decisivo ganhar aqui. Temos um número importante de soluções que nos permite fazer alterações durante o jogo e que nos permite surpresas em termos de dinâmica colectiva. Causa surpresas, causa dificuldades, obriga o adversário a estar sempre a ler o que estamos a fazer. É importante e é de salutar ter sempre este número de opções. Agora vamos à Bulgária, é importante conquistar mais três pontos e, não digo tirar o CSKA da corrida, mas deixá-los numa posição menos confortável. Queremos ganhar todo os jogos e depois esperar pelas equipas que vêm da Champions».
(André Villas Boas in MaisFutebol)

Bater no fundo

«O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madaíl, está hoje em Madrid a tentar um acordo para que José Mourinho possa dirigir a Seleção Nacional nos dois próximos jogos do apuramento para o Euro’2012, frente à Dinamarca (08/10) e Islândia (12/10).»
(in Record)

Quando se pensava que a FPF e Gilberto Madaíl não podiam descer mais baixo, que já estavam no fundo e que o único caminho seria para cima, eis que surge um dado novo a provar que afinal ainda se consegue descer mais baixo.

A miséria continua. Agora até temos uma federação pedinte, que espera pela esmola dos outros. Assim não vamos lá.

Dizer até acreditar

«Paulo Bento garantiu que não teve qualquer contacto com qualquer elemento da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) até esta quarta-feira. Mas deixou no ar ideias claras sobre o cargo de seleccionador nacional, defendendo «ciclo de dois anos» e considerando que, quem assumir o cargo, «terá de pensar que vai correr bem» e ter a certeza que Portugal vai estar no Euro-2012.»
(in MaisFutebol)

Estamos de  frente para a máxima "Dizer uma mentira tantas vezes não a torna verdade".

Paulo Bento e a própria FPF (no seu site) dizem que não mantém contacto para que o primeiro ocupe o lugar deixado por Carlos Queiróz. O mundo do futebol já nos habituou a todos que quando ambas as partes tentam negar uma situação é porque a mesma é, na sua maioria, verdade.

A escolha tendo em conta as possibilidades nacionais acaba por ser, na minha maneira de ver, uma boa escolha.

Aguarda-se a qualquer momento a confirmação oficial deste acordo.

quarta-feira, setembro 15, 2010

Olivia ... mas não é palito


(Olivia Paige)

Fala AVB ...

André Villas Boas fez hoje a antevisão ao jogo de amanhã frente ao Rapid Viena a contar para a Liga Europa.

O treinador do FC Porto falou sobre o adversário, sobre os objectivos da equipa e não teve receio de dizer, mais uma vez, que tem como pretensão ganhar a competição.

O adversário
«É uma equipa que pode causar surpresa porque são equipas que, tal como o Braga, conseguem explorar bem os erros dos adversários, equipas equilibradas e com saídas para o contra-ataque muto agressivas. Podem causar-nos problemas se não conseguirmos manter o rigor»

As individualidades do Rapid
«A nível individual parece-me obvio destacar a capacidade desequilibradora do Hofmann, que tanto pode jogar na ala direita como atrás do ponta de lança. Faltarão dois médios centros, mas as opções que têm são credíveis e até de mais profundidade»

O momento do adversário
«Até pode ser modesto no campeonato, mas foi espectacular na Liga Europa. Eliminaram o Aston Villa fora de casa. O Rapid teve de passar por três eliminatórias, eliminou uma equipa importante fora de casa e pode surpreender quando joga fora.»

O que espera do FC Porto
«É fundamental mantermo-nos concentrados e rigorosos. Vai ter de ser um F.C. Porto paciente, sem se expor de forma muita declarada. Claro que previligiamos o futebol de ataque, mas essa exposição pode levar a calafrios.»

O momento do FC Porto. Pressão?
«A pressão é igual para qualquer competição. Quanto mais acreditamos na nossa competência menos pressão vamos sentir. Temos que nos basear apenas no nosso trabalho e ter a certeza de que somos capazes de manter a regularidade.»

O facto de ainda não ter perdido.
«A derrota vai acontecer mais tarde ou mais cedo. Só equipas predestinadas passam uma época sem perder. Aconteceu com o Arsenal e o Barcelona, mas é um patamar que para nós não é uma obsessão. No ano passado o Benfica foi campeão só com duas derrotas e o Sp. Braga foi segundo com três. São números muito bons. O Real Madrid também bateu o recorde de pontos para um segundo lugar. Não me pareece importante discutir isso agora. É um patamar que acontece muito poucas vezes. Importante é manter uma distância confortável para o segundo lugar»
O calendário do FC Porto
«Vamos ter desafios difíceis, nomeadamente fora de casa. Se algo correr mal, posso já antecipar a crítica. Vão dizer que o F.C. Porto só agora foi posto à prova e está-se a mostrar uma equipa incapaz de ganhar fora»

O objectivo na competição
«Não vamos estar a falar disso em todas as conferências de imprensa. O clube já assumiu o desejo que tem. Qualquer clube entra em qualquer competição para ganhar. Se o Rapid vem para ganhar, porque é que não há-de ser candidato à conquista da Liga Europa também? Temos uma história a defender, mas o nosso compromisso passa pela continuidade das vitórias.»

A lista de convocados para o jogo é a seguinte:
Guarda-redes: Helton e Beto
Defesas: Maicon, Alvaro Pereira, Fucile, Rolando e Otamendi
Médios: Belluschi, João Moutinho, Souza, Fernando, Castro e Rúben Micael
Avançados: Hulk, Falcao, Varela, Cristian Rodríguez e Walter.

O jogo é tal como disse amanhã, às 20h05, no estádio do Dragão e tem transmissão na SIC.

segunda-feira, setembro 13, 2010

Pressão a quanto obrigas

«As águias solicitam que o Presidente Luís Filipe Vieira suspenda imediatamente as negociações com a Olivedesportos relativas aos direitos televisivos da equipa profissional de futebol a partir da época 2012/13.»
Uma situação já falada no ano passado pelo clube da luz e que tem apenas como objectivo a passagem das transmissões dos seus jogos para o canal benfica. Em suma uma situação que nada tem a ver com o jogo em causa até porque a transmissão televisiva não tem culpa dos erros.
«o Benfica pediu aos seus adeptos para que não compareçam nos jogos da equipa fora do Estádio da Luz.»
O que é muito bom. Não acredito que os clubes tenham a sua saúde financeira em causa por causa de um jogo por época. E até digo que se os adeptos do benfica não vierem aqui a Olhão em pago o bilhete para ir ao jogo. Pelo menos tenho a certeza de que não corro o risco de levar com uma cadeira em cima.
«O clube equaciona, também, anular a participação na presente edição da Taça da Liga, e solicita ao Ministro da Administração Interna uma audiência para debater a violência que a equipa tem sido alvo quando se desloca à cidade do Porto.»
A não participação na Taça da Liga eu concordo. Assim não há o risco de haver mais uma taça como a de há duas épocas, onde o benfica foi claramente beneficiado numa arbitragem do Lucilio Batista e onde não me lembro de os ouvir queixar.
A violência é o único aspecto que estou em pleno acordo com eles. Mas mesmo aí consigo lembrar-me do autocarro portista incendiado à porta do estádio da luz num jogo de hóquei em patins e do carro do Pinto da Costa que foi alvo de pedradas numa viagem a Lisboa. Peço por isso que o Ministro da Aministração Interna também reveja estes assuntos na audiência.

Tal como já li noutros blogues, temo que quem vai sofrer com estas coisas é o Sporting.

Lembram-se?

«Sp. Braga foi durante 90 minutos mais equipa do que o Benfica. Acabámos por sair com um golo sofrido, em fora-de-jogo de três metros. O que o David Luiz fez é uma forma de enganar os auxiliares como estes que não percebem nada disto. 
As melhores oportunidades foram nossas, o árbitro inventou um golo. Eu vi duas grandes penalidades sobre Alan e Matheus! Já vi na cabina e no campo. 
Tenho 20 anos de carreira, nunca me tinha acontecido isto. Alguns lances podiam deixar dúvida. Mas o golo não deixa dúvida. O «penalty» do Luisão não deixa dúvida. Enfim, dou o benefício da dúvida na jogada entre Katsouranis e Alan.
Hoje foi tão evidente, se calhar posso dizer que os árbitros não sabem mais. Alguns até são bons, mas há muitos jogos importantes, não dá para todos. O que se passou aqui hoje é alguma verdade desportiva? 
Como resolvo isto? Só resolvo na «playstation»!»
(Jorge Jesus, treinador do Braga em 12-01-2009)

Para os que me acusam de dualidade de critérios eu respondo com isto.

Não se esqueçam daquilo que dizem, ou que disseram.

Menos um às

«Estou um bocado queimado em relação a Portugal, pelos últimos acontecimentos relativos à minha pessoa. Quando quiser mais problemas, regresso a Portugal. Não passa pelos meus objectivos, neste momento, ser presidente do que quer que seja em Portugal»
(Luis Figo in MaisFutebol)

E assim se perde um às no baralho.

A maneira como se tem gerido o caso Queiroz, a maneira como se tem gerido a selecção, a maneira como se tem gerido a própria FPF e o seu estatuto de utilidade pública, perde-se um às, arrisco-me a dizer o maior às que o baralho tinha. É o mesmo que dizer que assim se perde o às de trunfo.

Luis Figo, pela sua maneira de estar no futebol, pelos seus conhecimentos no mundo do futebol, pelo nome que tem neste meio tão particular seria uma enorme mais valia para a FPF.

Esta sua desmarcação de uma possivel eleição para uma federação que nem tão pouco sabe o que quer e o que é, é mais uma prova do seu enorme carácter.

Perspectiva

«Plenário dos órgãos sociais do Benfica reúne-se hoje de urgência. Aguardadas medidas muito duras. Guimarães foi a gota de água.

O Benfica entende que o que aconteceu em Guimarães, no passado sábado, ultrapassou tudo o que seria tolerável e prepara-se para dar um grande murro na mesa, susceptível de abalar os alicerces do futebol nacional.
Para o Benfica, neste momento estão em causa os próprios fundamentos do futebol profissional, estando os encarnados preparados para intervir em múltiplas áreas, de carácter diferente.»
(in A Bola)

Como as perspectivas das coisas mudam.

Agora já está em causa a verdade desportiva, os fundamentos do futebol profissional, e tudo apenas porque o benfica foi prejudicado num jogo.

E pronto. O campeonato deste ano, tenha o vencedor que tiver, e desde que não seja o clube do regime a ganhar, não vai ser um campeonato verdadeiro e justo. Vai ser sempre um campeonato manchado.

E tudo apenas com 4 jornadas cumpridas. LOL

sábado, setembro 11, 2010

FC Porto - Braga, 3-2

«Há uma teoria interessante defendida no mundo da psicologia. Dizem os entendidos que os pacientes mais felizes são aqueles que acreditam piamente que o são. Parece simples e pode muito bem ser aplicado a esta equipa do F.C. Porto. A redoma de felicidade que envolve os dragões é a principal arma do séquito de Villas-Boas. É também este estado de euforia a principal explicação para o triunfo por 3-2 diante de um Sp. Braga pintado de candidato ao título da cabeça aos pés.»
(in MaisFutebol)

Sem qualquer tipo de contestação, sem qualquer tipo de situação dúbia, com muito mérito e com muita qualidade. É assim que se deve resumir esta vitória do FC Porto.

A equipa soube sofrer, soube dar a volta, soube voltar a sofrer e soube acima de tudo ganhar. No fundo é aquilo que sabemos fazer. Ganhar.

A alegria da vitória e o entorpecimento do alcool não me deixam escrever mais. Ganhamos com mérito, Estamos na frente com mérito. O resto são apenas bocas da assistência.

«Em quatro jogos perdemos duas vezes por culpa da arbitragem. E amanhã já sabemos quem vai ganhar e ficar a rir-se.»
(LFV in MaisFutebol)

Sim sabemos quem vai ganhar e ficar a rir. Somos nós, os adeptos do FC Porto quem está a rir. Mas ganhámos sem qualquer tipo de ajuda e com todo o mérito. Podes voltar a chorar e a lamentar os erros dos árbitros, mas isso não justifica tudo o que de mal vai no teu reino. LOL

Portugal - Espanha, 2-8

«Mais um duelo ibérico na final de uma grande competição internacional, mais uma vitória da Espanha. Nuestros hermanos sagraram-se hexacampeões europeus em Wuppertal, num jogo em que Portugal cometeu inúmeros erros, sobretudo no capítulo defensivo. 8-2 é um resultado pesado, mas que espelha bem até onde foi o domínio da equipa espanhola.»
(in Record)

Foi apenas mais do mesmo.

Pensar que Portugal tinha capacidade para ganhar à Espanha era um sonho. A vitória acontecer de verdade era uma ilusão.

A Espanha está "dois furos" acima da nossa capacidade e o resultado reflecte isso mesmo.

Pode dizer-se que a diferença no marcador é ingrata. Até é se pensarmos naquilo que a selecção nacional fez durante todo este europeu. Se olharmos apenas para este jogo a diferença não é assim tão ingrata.

Ainda não foi desta que Portugal conseguiu ganhar à Espanha. Mas tenham em conta que estamos no bom caminho.

sexta-feira, setembro 10, 2010

Portugal - Alemanha, 6-1

«Portugal está na final do Europeu de Wuppertal, na Alemanha. A Seleção Nacional bateu a formação anfitriã na meia-final por 6-1 e marcou encontro com Espanha para mais um duelo ibérico em hóquei em patins. Há 18 anos, na mesma cidade onde se disputa este campeonato, Portugal sagrou-se campeão da Europa ao derrotar a Itália.»
(in Record)

Tal como esperado a selecção nacional ganhou à Alemanha e carimba a passagem para a final do Europeu de Hóquei em Patins, onde vai defrontar, tal como de costume, a Espanha.

O jogo de amanhã é o encontro que se esperava, foi por ele que se jogaram estes 5 jogos durante estes cinco últimos dias. É o jogo que define o vencedor do torneio.

Amanhã é que vamos ver se o hóquei nacional já está ao nível do espanhol, ou se, tal como tem acontecido nos últimos anos, ainda estamos um furo abaixo.

Os escolhidos

Lista de convocados

Guarda-redes: Helton e Beto;
Defesas: Maicon, Alvaro Pereira, Fucile, Rolando, Sapunaru e Otamendi;
Médios: Belluschi, João Moutinho, Souza, Fernando e Rúben Micael;
Avançados: Falcao, Walter, Cristian Rodríguez, Hulk e Varela.
(in MaisFutebol)
 
Estes são os escolhidos por Villas Boas para tentar levar de vencida o Sporting Braga e assim consolidar ainda mais o primeiro lugar no campeonato.
 
Força FC Porto.

quinta-feira, setembro 09, 2010

Portugal - Áustria, 23-0

«A Seleção Nacional de hóquei em patins cilindrou a Áustria por 23-0 em encontro a contar para os quartos-de-final do Europeu de Wuppertal, na Alemanha. Num encontro sem história, Portugal dominou todas as operações e a goleou a seleção austríaca que pouco ou nada assustou o guardião português Sebastian Silva. Nas "meias" da competição, a formação de Rui Neto vai defrontar a seleção anfitriã.»
(in Record)

O jogo não teve história. O resultado, apesar de expressivo era o esperado. Tinga comentado esta tarde em conversa que um resultado inferior a 10 a zero era derrota. Não esperava nada tão elevado. Já não se usa no hóquei moderno mas a Áustria pouco ou nada fez para impedir este resultado.

Segue-se a Alemanha, outra vez, agora a contar para as meias-finais deste Europeu. Caso tudo corra na normalidade segue-se o único jogo de que devemos ter receio. Que venha a Espanha.

Está dado o primeiro passo

«No dia 14 de Julho anunciámos que se cumpriram dois dos objectivos traçados, que foram a qualificação para a fase final e o apuramento para a fase a eliminar. Dissemos que o resultado fica aquém do que esperávamos, mas ficaram cumpridos os objectivos mínimos. Face aos últimos acontecimentos, após a análise da situação do seleccionador nacional, a direcção deliberou, por unanimidade, resolver o contrato de prestação de serviços com Carlos Queiroz, com efeitos imediatos.»
(in MaisFutebol)

Está dado o primeiro passo para que haja uma reabilitação na nossa selecção nacional mas este primeiro passo não chega.

Falta agora o resto.

A grande questão é saber agora quando esse resto vai acontecer.

Fala AVB ...

 O treinador portista fez hoje a antevisão ao jogo frente ao Sporting de Braga. Falou do Braga, dos outros adversários, do momento da equipa e dos jogadores depois da paragem para os compromissos das selecções, falou do caso Queiróz e ainda deu resposta ao presidente do clube do regime.

O jogo
«Queremos deixar o Sp. Braga desconfortável, à quarta jornada, e o Sp. Braga quer fazer o contrário»
O adversário
«O Sp. Braga é uma equipa que se permite jogar em casa dos grandes para ganhar, foi assim que venceu em Alvalade na época passada, e disputou os jogos no Benfica e o no Dragão.
O Sp. Braga está motivado pela passagem à Liga dos Campeões, que é totalmente meritória, e é um jogo entre duas equipas que lutam pelo campeonato, porque O F.C Porto e os outros grandes, considerando o Braga uma equipa que luta pelo campeonato, não serão apanhados desprevenidos para esta época.
A consideração do Sp. Braga na época passada era de, mais tarde ou mais cedo, ir perder pontos, mas essa observação não faz sentido e mostrou-se errada, portanto, as outras equipas estão mais alertas para o Sp. Braga, abordarão os jogos de forma mais atenta, com mais rigor e concentração»
As primeiras jornadas e os outros adversários
«Os jogos das primeiras jornadas ditaram a classificação, F.C. Porto e Sp. Braga estão no topo, agora, há boas equipas e há o Benfica e o Sporting, que estão em ascensão. O Sporting tem um jogo em casa, para continuar o seu percurso. O Benfica desloca-se a Guimarães. F.C. Porto e Sp. Braga demonstraram que foram as mais regulares, não as vejo como melhores equipas.»
Hulk
«Não penso perdê-lo. Esteve apenas num estágio da selecção. Acreditamos no potencial do Hulk e acreditamos que pode continuar a representar o Brasil. Se não fosse o castigo do ano passado poderia ter ido ao Mundial. Mas continuar lá depende do que render aqui»
Falcao
«Chegou completamente exausto da Colômbia. Ainda por cima houve um problema no voo deles para a Venezuela. Entregámos um jogador fresco e recebemos um jogador morto. Espero que ele recupere nos próximos dias.»
Fucille e Otamendi
«Nós temos uma competitividade excelente dentro da equipa. Há muitas opções e um plantel extenso. Esse empurrão da comunicação social em relação ao Fucile e ao Otamendi não está a ser justo com o Sapunaru e o Maicon.
O Otamendi vem num processo de adaptação e o Fucile tem de continuar a trabalhar. Foi determinante para o Porto ao longo das últimas épocas e encontrou agora o Sapunaru num nível elevado. Estou satisfeito com todos.»
Celeridade para o caso Queiróz
«Isso é a única coisa que se pode exigir. Seja para um lado ou para o outro. O ambiente não está bom e não motiva quem representa a selecção. Ninguém consegue render a um patamar elevado quando o ambiente que o rodeia não é são.»
As declarações de LFV
«Não sei se o presidente do Benfica se referiu às equipas de arbitragem do Benfica ou do F.C. Porto. Já sabia que nesta paragem o entretenimento seria a arbitragem. Só tenho pena que a arbitragem na Supertaça não tenha recebido a mesma atenção por parte do presidente do Benfica»

quarta-feira, setembro 08, 2010

E a choradeira começa

«Se os critérios fossem todo iguais, o Benfica teria muito mais pontos do que tem agora. Com a Académica perdemos por causa da arbitragem. É uma verdade. Que não se voltem a repetir casos como nas primeira e segunda jornadas.»
(in Record)

Aproveitando o tempo de antena que lhe foi dado na SIC o presidente do clube do regime lançou farpas para todas as direcções.

O choro começa cedo este ano LOL

Portugal - Alemanha, 5-1

«Terceira vitória em três jogos. A Seleção Nacional bateu, esta terça-feira, a Alemanha por 5-1 e garantiu o primeiro lugar no Grupo B do Euro'2010. A formação orientada por Rui Neto irá defrontar amanhã a Áustria, que se ficou pelo último lugar do Grupo A.»
(in Record)

Nova vitória da selecção portuguesa e mais uma que não sofre qualquer tipo de contestação. A selecção nacional jogou melhor, controlou o jogo e garantiu aquilo que se esperava, o primeiro lugar no grupo.

Do jogo de hoje uma coisa deve ser dita. A selecção alemã foi um adversário de grande nível. Não se tratra de discutir a vitória, quanto a isso o hóquei alemão ainda não tem capacidade. Mas discutiu o jogo de forma exemplar, proporcionando ao público (no campo e em casa) um excelente jogo de hóquei em patins.

Ao contrário daquilo que fez a Itália (que ontem tinha empatado 3-3 com esta Alemanha) os alemães defenderam de forma aberta (homem-a-homem) e isso é sempre uma forma de dar qualidade ao jogo.

Amanhã Portugal defronta a Áustria, última classificada do grupo B. num jogo que é de nível fácil pelo que se deve esperar uma nova goleada portuguesa.

Ainda não vi um jogo da Espanha. mas por aquilo que tenho ouvido a selecção espanhola está ao seu nível, o que significa que está a jogar muito bem. Portugal não tem tarefa fácil.

Onde????


A foto está no site MaisFutebol com a legenda "Onde está o Eduardo?"

Está dado o alerta

«Se a situação do seleccionador afecta? Sem dúvida. Afecta os jogadores, creio que Portugal inteiro. É uma novela que tem de ser resolvida e será o mais cedo possível.»
(Tiago)
«Claro, queremos que tudo esteja bem, uma decisão para o bem de todos e penso que isso vai acontecer. A tempo do próximo jogo? Acho que sim, acho que as pessoas que tomam decisões vão chegar a um entendimento»
(Bruno Alves)
«As coisas não estão a correr bem dentro e fora de campo. Demos o nosso melhor.»
(Ricardo Carvalho)

Se for necessário mais sinais de alerta é só deixarem alguns milhões de portugueses falarem.

Quem manda afinal?

«De forma a assegurar o máximo de tempo possível de intervalo entre os dois jogos, atempadamente o Sporting solicitou a antecipação do jogo com o SC Olhanense para sábado, dia 11 de Setembro, tendo obtido acordo do SC Olhanense e da estação de televisão que irá proceder à transmissão do encontro para efectuar a alteração;
Posteriormente, e por contactos telefónicos (procedimento habitual nos contactos iniciais com vista à alteração de jogos), foi o Sporting informado que o SL Benfica teria solicitado a alteração do jogo Benfica-Sporting para as 20:15 horas do dia 19 de Setembro (...) Esta alteração foi confirmada por escrito, com carácter imperativo, por parte do operador televisivo em 1 de Setembro de 2010»
(Comunicado do Sporting in MaisFutebol)

Deste comunicado elaborado pelo Sporting há uma série de coisas que merecem destaque (a negrito).

Ora o Sporting solicita alteração do jogo frente ao Olhanense e tem o acordo deste e também do operador televisivo (?????) e a alteração proposta pelo Benfica para o derby foi confirmada, com carácter imperativo (?????) por parte do operador televisivo.

É o poder do dinheiro no seu melhor LOL

terça-feira, setembro 07, 2010

Noruega - Portugal, 1-0

«O Inferno é português. A Selecção Nacional perdeu esta terça-feira em Oslo frente à Noruega (1-0), depois de mais um erro inacreditável, desta vez da autoria de Eduardo. Ao fim de dois jogos da fase de qualificação, Portugal tem um ponto e, sobretudo, não dá a ideia de ter alguma reserva de ideias e de energia para combater a crise profunda em que está instalado.»
(in MaisFutebol)

Não tenho a completa certeza de "o inferno ser português" ou se somos nós (diga-se eles) que têm uma tendência suicida para o procurar e por lá criar a sua morada.

Dizer que este momento que vive a selecção nacional é uma surpresa é estar a dizer uma mentira. Todos, pelo menos os que por fora vêm a selecção, conseguem ver que tudo está mal, e não apenas algumas coisas, e que assim vai ser dificil, senão impossível, conseguir o apuramento.

Para além do erro do Eduardo, crucial mas que todos têm o direito de cometer, estão todos os outros, começando e acabando naqueles que comandam esta selecção, carente de um verdadeiro piloto e não o automático que tentaram vender. O antigo não servia, nem serve, e este "automático" também não está a servir.

Entre outras coisas como se explica que a perder desde os 21 minutos de jogo apenas se mexa na equipa aos 72 minutos????? E a segunda mudança foi aos 84 minutos de jogo?????
Como se explica acabar o jogo sem utilizar todas as substituições possíveis????

A FPF tem uma reunião marcada para a próxima quinta-feira. Dessa reunião eu espero apenas que todos, mas sem excepção, todos se demitam. Está na hora de acabar com esta vergonha que nos fazem passar.

Deixo aqui uma sugestão para todos os elementos da FPF. Antes ou depois da reunião comam um belo bacalhau com batatas. São 4 batatinha provenientes do Chipre com uma postinha de bacalhau da Noruega. Coloquem tudo na conta da federação e depois assinem a carta e sigam a vossa vida.

Portugal - Inglaterra, 14-1

«A selecção portuguesa de hóquei em patins «derrotou» esta terça-feira, a congénere inglesa, por expressivos 14-1, em jogo do Europeu da modalidade.
O domínio de Portugal foi avassalador e ao intervalo já venciam por claros 6-0. Depois, na segunda parte apontaram mais oito golos frente à Inglaterra, que o melhor que conseguiu foi marcar o golo de honra, por Karl Smith.»
(in A Bola)

Portugal continua o seu passeio no seu grupo do Europeu de Hóquei em Patins e hoje não defraudou as espectativas dos seus "adeptos" e ganhou de forma clara a selecção inglesa.

O jogo decorreu sem sobressaltos e vitória não merece outros comentários nem qualquer contestação.

Continuo a dizer que para travar a nossa selecção só a Espanha no seu melhor, algo que espero que não venha a acontecer.

Segue-se novo jogo amanhã, frente à Alemanha. Espera-se nova vitória.

Sou do Légia desde pequenino

«A Liga polaca é muito mais difícil que a portuguesa. É uma Liga muito poderosa. Não há muito tempo para pensar, para reflectir antes das jogadas individuais. Isso, por exemplo, é possível na Liga portuguesa. Se tivesse de as comparar, diria que a Liga polaca é claramente muito mais difícil.»
(Manu in MaisFutebol)

É daquelas coisas que só alguns jogadores de futebol têm capacidade para dizer. LOL

Como o Manu não pode dizer que é do Légia de Varsóvia desde pequenino e que sempre foi o seu sonho jogar no clube, primeiro porque ele nem conhecia o clube e depois porque claramente ninguém iria acreditar nele, diz estas coisas que no seu entender o colocam nos graças dos jornalistas e dos adeptos.

Não fosse eu apenas um mero blogger e até lançava daqui um conselho ao Manu.

Prémio da ECA

«O FC Porto recebeu o prémio da ECA para o maior feito não desportivo do ano. O título foi anunciado esta segunda-feira, em Genebra, no decorrer do primeiro dia de actividades da assembleia geral da European Club Association.
O prémio está relacionado com a candidatura apresentada pelo FC Porto no âmbito das boas práticas ambientais implementadas no Estádio do Dragão e que estão materializadas nos certificados de qualidade e ambiente que o palco azul e branco ostenta.»
(in site FC Porto)

Mais uma licção que o FC Porto dá aos outros. Este prémio mostra que não apenas no campo desportivo se vive e constrói um clube.

segunda-feira, setembro 06, 2010

Portugal - Itália, 4-1

«A selecção portuguesa de hóquei em patins bateu a Itália por 4-1 esta terça-feira no jogo de abertura do Grupo A do Campeonato da Europa que está a decorrer em Wuppertal, na Alemanha.»
(in MaisFutebol)

Vamos por fases.

Portugal praticou um hóquei bonito, com uma boa troca de bola e mereceu inteiramente a vitória.

A Itália fez uma primeira parte razoável, mas uma defesa muito fechada, uma zona muito baixa, não é das melhores coisas para se ver num jogo de hóquei. Para uma equipa que foi em tempos uma das elites do hóquei fiquei muito desiludido.

O jogo de Portugal, que tal como disse foi bom, embateu nesta muralha defensiva e contra isso nada mais se podia fazer. Os quatro golos acabaram por ser um bom resultado face às dificuldades em penetrar no interior da zona de finalização.

Para terminar digo que estas novas regras são um incentivo para o "bom" hóquei, previligiando o ataque, a posse de bola e evitando os contactos que sempre estragaram o hóquei. Afinal trata-se de hóquei em patins e não hóquei no gelo. Estas novas regras eram excelentes para mim :)

Amanhã segue-se novo jogo, frente à Inglaterra, com transmissão na RTP 2.

A novela continua

«Ele é o seleccionador. É lógico e admissível que tenha algo a dizer. É evidente que isto tem o meu cunho e sou eu quem trabalha com os jogadores, mas não deixo de falar com o Carlos.
Viram-me alguma vez a abandonar a área técnica? Viram-me alguma vez pegar num telefone? O que viram foi um colega meu aproximar-se de mim e falar comigo. Mas, logo de imediato, pedi-lhe que fosse para o banco.»
(Agostinho Oliveira in MaisFutebol)

A novela em torno da selecção teima em continuar. Não satisfeitos com a misério que foi o jogo frente ao Chipre, os comandantes da selecção teimam em prolongar toda esta situação arriscando que o navio afunde de vez.

Estando um homem suspenso das suas funções pela entidade patronal é admissível que se diga que é ele quem manda? Será que a palavra "suspenso" tem agora outro significado? Será possivel que um outro funcionário da FPF admita que desrespeita as indicações da entidade patronal e faça o que o "colega" suspenso diz para fazer?

Tenho um mau pressentimento em relação a tudo isto. Não quero ser pessimista mas o meu progonóstico para amanhã não é nada favorável.

49º Europeu Hóquei em Patins

«A Selecção portuguesa inicia, esta segunda-feira, contra a poderosa Itália a sua campanha na 49.ª edição do Campeonato Europeu de hóquei em patins, que se realiza na cidade alemã de Wuppertal.

Pelas 20 horas portuguesas e com transmissão directa na RTP2, a Selecção Nacional vai atacar o título que lhe escapa desde 1998, em Paços de Ferreira.»
(in A Bola)

Começa hoje o europeu de hóquei em patins.

O Hóquei em Patins é uma modalidade que tem ao longo dos anos vindo a perder popularidade e que agora é relegada para um plano miserável no panorama desportivo nacional. Depois daqueles anos de ouro em que a selecção portuguesa dava cartas na modalidade estamos agora a passar por uma fase em que quem dá cartas são os espanhóis, ficando a selecção das quinas sempre (ou quase sempre) no segundo lugar.
Vamos esperar que este ano seja diferente.

O frango atravessou a rua ...

O PROBLEMA DO FRANGO QUE ATRAVESSOU A RUA,
SEGUNDO A OPINIÃO DE ILUSTRES PENSADORES DO PASSADO E DO PRESENTE.

- O frango atravessou a rua. Porquê?

Professora Primária
"Porque o frango queria chegar ao outro lado da rua."

Criança
"Porque sim."

Platão
"Porque queria alcançar o Bem."

Aristóteles
"Porque é da natureza do frango atravessar a rua."

Descartes
"O frango pensou antes de atravessar a rua, logo, existe."

Rousseau
"O frango por natureza é bom; a sociedade é que o corrompe e o leva
atravessar a rua."

Freud
"A preocupação com o facto de o frango ter atravessado a rua é um
sintoma de insegurança sexual."

Darwin
"Ao longo dos tempos, os frangos vêm sendo seleccionados de forma
natural, de modo que, actualmente, a sua evolução genética fê-los
dotados da capacidade de cruzar a rua."

Einstein
"Se o frango atravessou a rua ou se a rua se moveu em direcção ao
frango, depende do ponto de vista... Tudo é relativo."

Martin Luther King
"Eu tive um sonho. Vi um mundo no qual todos os frangos livres podem
cruzar a rua sem que sejam questionados os seus motivos. O frango
sonhou."

George W. Bush
"Sabemos que o frango atravessou a rua para poder dispor do seu
arsenal de armas de destruição massiça. Por isso tivemos de eliminar o
frango."

Cavaco Silva
"Porque é que atravessou a rua, não é importante. O que o país precisa
de saber é que, comigo, o frango vai dispor de uma conjuntura
favorável. Não colocarei entraves para o frango atravessar a rua."

José Sócrates
"O meu governo foi o que construiu mais passadeiras para frangos.
Quando for reeleito, vou construir galinheiros de cada lado da rua
para os frangos não terem de a atravessar."

Mário Soares
"Já disse ao frango para desistir de atravessar a rua! Eu é que vou
atravessar! Não vou desistir porque sei que os portugueses querem que
eu atravesse outra vez a rua!!!"

Manuel Alegre
"O frango é livre, é lindo, uma coisa assim... com penas! Ele
atravessou, atravessa e atravessará a rua, porque o vento cala a
desgraça, o vento nada lhe diz!"

Jerónimo de Sousa
"A culpa é das elites dominantes, imperialistas e burguesas que
pretendem dominar os frangos, usurpar os seus direitos e aniquilar a
sua capacidade de atravessar a rua, na conquista de um mundo
socialista melhor e mais justo!"

Francisco Louçã
"Porque é preciso dizer olhos nos olhos que só por uma questão racista
o frango necessita de atravessar a rua para o outro lado. É uma
mesquinhice obrigar o frango a atravessar a rua!"

Valentim Loureiro
"Desafio alguém a provar que o frango atravessou a rua. É
mentira...!!! É tudo mentira!!!"

Paulo Bento
"O frango atravessou a rua com naturalidade... Era isso que esperávamos
e foi isso que aconteceu, com muita naturalidade. O frango ainda é
muito jovem e estas coisas pagam-se caro, com naturalidade!!!"

Zézé Camarinha
"Porque foi ao engate! É um verdadeiro macho, viu uma franga camone do
outro lado da rua e já se sabe, não perdoou!!!"

Lili Caneças
"Porque se queria juntar aos outros mamíferos."

sexta-feira, setembro 03, 2010

Portugal - Chipre, 4-4

«Clube Portugal. A mensagem passada ao longo dos anos motiva apreensão. A selecção nacional transforma-se uma turma fechada, uma república com direito de admissão reservado. Anuncia-se uma revolução e descobrem-se as mesmas caras. Por ano, surge um Eduardo, um Coentrão, um Sílvio a quebrar o ciclo. Tudo o resto soa a mais do mesmo.»
(in MaisFutebol)

Está na altura de dizer basta.

Basta de uma selecção em piloto automático, basta de uma selecção em piloto manual, basta de uma selecção que está fragilizada de um lider capaz de fazer aquilo que deve ser feito.

Não fomos equipa, não conseguimos jogar como deviamos, não fomos capazes de fazer aquilo que era a obrigação de uma selecção que está a milhas do Chipre. O resultado de hoje roça a vergonha. Pior do que o empate era a derrota. Não aconteceu mas também não faltou muito para isso.

Assim não vamos longe.

Não se esqueçam de que ...

... hoje há futebol.

Entre todas as coisas que vão animando esta sexta-feira é preciso não esquecer de que vai haver um jogo de futebol. E não é um jogo daqueles amigáveis, de preparação. É um jogo daqueles a doer, que interessa ganhar para que o apuramento ao europeu de 2012 comece a ser uma realidade o mais depressa posivel.

Mas o que anima esta sexta-feira?

Começando por aquilo que interessa menos (pelo menos a mim), hoje acontece o desfecho do caso Casa Pia. Ao fim de um par de anos e uns valentes milhares de euros gastos é hoje que chega ao fim o maior caso de pedófilia português. Parece-me que no fim vai haver justiça para uns e injustiça para outros lol.

Depois e ainda nos casos que interessam pouco temos a novela Queiroz. Para hoje temos as "bocas" entre Laurentino Dias e o selecionador nacional. Para evitar que algum destes intervenientes se coloque em bicos de pés devido à presença da FIFA em Portugal a mesma já anunciou que não quer ter nada a ver com o caso. Isso é d'homem.

E agora, falando do que interessa, temos o jogo de Portugal-Chipre. Uma equipa remendada, com muita gente nova, envolta num clima de suspeição acerca do seu lider, vai tentar vencer um Chipre que nunca ganhou à selecção nacional.
Uma derrota da selecção das quinas vai colocar na imprensa desportiva o titulo "Selecção orfã de lider", uma vitória vai ter como manchete "Selecção vence sem Queiroz".

Para um dia que é o final da semana que mais se podia pedir LOL

quinta-feira, setembro 02, 2010

Dar e receber ...

«Se queres receber, deves primeiro dar: eis o início da inteligência»
(Fonte: Tau-te-King, 36)

É disso que tenho medo

«O presidente tem medo de andar de avião. Eu entendo que o piloto-automático sou eu. A ideia dele terá sido essa. Posso dar continuidade ao trabalho sem problemas.
Não, não vou ligar para a torre de controlo ao intervalo. As opções têm de ser tomadas por quem está a viver o momento»
(Agostinho Oliveira in MaisFutebol)

Duas coisas devem ser retiradas destas declarações.

A primeira de que Gilberto Madaíl não teve nada a ideia de que o piloto automático era Agostinho Oliveira. Antes pelo contrário, as suas declarações apontam para que a presença de Agostinho Oliveira no banco ser apenas uma obrigação de ficha de jogo.
Não é por nada mas ficava mais descansado com o piloto automático. É a continuidade do trabalho que me preocupa, sabendo que as vitórias provenientes desse trabalho são escassas.

A segunda é a declaração de Agostinho negando que vai ligar para a torre de controlo ao intervalo. Até pode ser verdade, ele não vai ligar. O que deve acontecer é a torre de controlo ligar para ele ao intervalo.

quarta-feira, setembro 01, 2010

The Losers



Sinopse:
Agentes especiais da CIA após serem traídos por colegas, pretendem juntar as suas forças para se vingar daqueles que queriam vê-los mortos. O filme é uma adaptação da banda desenhada escrita por Andy Diggle.

The Losers é um animado filme de acção. Vale a pena ver.

Mas não é normal??

«A transferência de Raul Meireles para o Liverpool foi decisiva para que o FC Porto registasse um saldo positivo de 9 milhões de euros no que diz respeito às transferências de jogadores no ano de 2010.
A balança positiva, correspondente às transferências realizadas entre 1 de janeiro e 31 de agosto, resulta da diferença entre os 42,3 milhões de euros recebidos pela venda de atletas e os 33,3 milhões gastos em aquisições.
Além dos dois internacionais portugueses, os dragões - único clube, entre os três "grandes", com balanço positivo - receberam mais 7,3 milhões pelas vendas de Mario Bolatti (Fiorentina), Nuno André Coelho (Sporting), Pelé (Eskisehirspor) e Ernesto Farías (Cruzeiro).»
(in Record)

Mas não é isto normal?

Mais uma vez o modelo de gestão do FC Porto "abafa" os outros modelos de gestão e o saldo de transferências é positivo.

Sabendo que os clubes portugueses têm de vender para manter as contas numa "margem aceitável" acredito que mesmo sendo este ano um "ano pobre" (não presença na Liga dos Campeões) ainda vamos conseguir valorizar os nossos jogadores e para o ano estamos, outra vez, a ver uma noticia assim.

Pagava para ver

«Na sessão de treino de preparação à deslocação “encarnada” ao campo do V. Guimarães, a principal ausência foi a de Jorge Jesus. O treinador partiu, esta manhã, para Nyon, Suiça, onde irá participar no fórum de treinadores de clubes de elite da UEFA.»
(in O Jogo)
Ora aqui está uma coisa que eu pagava para ver.

O Jorge Jesus com aquele, chamemos, "jeito particular de falar", a discursar ou mesmo em amena cavaqueira com os treinadores elite da Uefa.

Ainda assim há uma dúvida que me assola a consciência. Se o senhor fala português e mal, como é que se desenrascará a falar em inglês por exemplo. LOL