domingo, agosto 23, 2009

FC Porto - Nacional, 3-0

O F.C. Porto venceu o Nacional por 3-0, à segunda jornada da Liga. Seis jogos sem Hulk, seis vitórias. Esqueça-se a Hulkdependência. Após arranque em falso na Mata Real, o Dragão reencontrou-se na casa com o mesmo nome.

(in MaisFutebol)

O FC Porto venceu de forma justo o Nacional da Madeira e começa com uma vitória os jogos em casa nesta época 2009-2010.

O jogo deve-se dividir em duas fases, a antes do penalti e a depois do penalti. Não porque a grande penalidade não exista, ela exista. Existe para todos, incluindo o treinador do Nacional, menos para os adeptos dos outros clubes que teimam em dizer que não é. Pode-se colocar em dúvida por escassos segundos, mas apenas isso, porque após análise ao lance é notório que a bola ia para o fundo das redes se não fosse desviada pelo braço do jogador do Nacional

O antes e o depois é apenas porque na sequência do lance dois jogadores do Nacional foram expulsos e o jogo ficou ainda mais dificil para o Nacional, que a perder por uma bola a zero não mais conseguiu sequer levar perigo à baliza de Helton.

Voltando então atrás, o FC Porto entrou no jogo com vontade de ganhar e cedo começou a tentar a sua sorte. Não conseguia fazer a bola entrar na baliza do Nacional mas muitas foram as oportunidades criadas, tantas como as falhadas. Bolas ao ferro, bolas ao lado, lances com jogadores isolados e lances bem trabalhados, houve de tudo menos golos.

A equipa ao intervalo veio com a mesma vontade e sentia-se que a qualquer momento o golo podia acontecer, e veio mesmo a acontecer na tal grande penalidade.

A partir daqui foi apenas um "passeio no parque" com tempo para entrar dois jogadores que ainda não tinham jogado neste campeonato (Vareli e Rodriguez) e com tempo também para se marcar mais dois golos e fazer o resultado final.

Foi assim o andamento do marcador:
67' - Golo do FC Porto
Falcao converte a grande penalidade.
73' - Golo FC Porto
Canto na direita, Falcao aparece sozinho a cabecear mas é Rolando que faz o desvio para o fundo das redes.
86' - Golo do FC Porto
Com três toques apenas se faz um excelente golo. Varela serve Farias que serve Rodriguez para o toque triunfal.

Mesmo que a equipa na minha opinião tenha jogado um futebol bom, com vários lances de golo, não posso deixar de manifestar o meu desagrado com a saída do Varela. A entrada do Rodriguez foi uma boa aposta, não só pelo golo, mas pela necessidade de dar minutos de jogo ao jogador. Aquilo que eu questiono é se o jogador a sair deveria ser o Varela, que tinha vindo a colocar a cabeça em água aos defesas do Nacional. Talvez na altura em que a substituição aconteceu justificava-se mais a saída do Mariano, que já vinha mostrando que estava fora do jogo. Mas essa é apenas a minha opinião.

"Houve um jogo de onze contra onze, depois um jogo de onze contra nove, isso é vedade. Manuel Machado quis criticar a equipa de arbitragem, mas eu vou analisar o jogo do F.C. Porto. Na primeira parte, criou quatro ou cinco oportunidades de golo. Foi uma equipa esperta, inteligente, que soube o adversário que estava a enfrentar. O F.C. Porto também joga a Champions, portanto sabemos o que os adversários pensam de nós. Demos indicadores claros que na segunda parte, com o avanço do Alvaro e com Varela a encostar-se ao centro, percebeu-se que o F.C. Porto ia chegar ao golo."

(Jesualdo Ferreira in MaisFutebol)

"O jogo acabou ao minuto 65, numa decisão que não contesto, se calhar até subscrevo. No passado defendi que todas as mãos devem ser penalidades. Se a bola bateu no pé e foi para a mão, defendo que o árbitro deve marcar grande penalidade."

(Manuel Machado in MaisFutebol)

2 comentários:

dragao vila pouca disse...

Gostei!

Vi um Porto forte, competente, com atitude, mas perdulário e com dificuldades em materializar em golos uma superioridade que foi flagrante, mesmo onze contra onze. Foi pena, porque a qualidade da exibição portista merecia, que muitos dos lances bem gizados, tivessem acabado no fundo das redes...oportunidades não faltaram.

Continuo a pensar que falta alguém para a frente - diferente de Farías, melhor dizendo, parecido com o Lisandro. Espero que esse pensamento que era também dos responsáveis portista - não andavamos a negociar o Kléber? - não tenha mudado após a vitória gorda no jogo de ontem.

Um abraço

freefun0616 disse...

酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,