terça-feira, agosto 18, 2009

Expliquem-me como se fosse ...

Hulk foi expulso pelo Xistrema no primeiro jogo da época.

Quando se soube que era o Xistra que ia apitar o jogo do FC Porto muitas foram as vozes que logo se levantaram fazendo alusão ao jogo da época passada frente ao Guimarães onde o jogador foi sistemáticamente parado em falta sem que com isso os jogadores do Guimarães fossem advertidos.

Tinha lá no intimo, mas bem no fundo do intimo, a esperança de que a arbitragem fosse um pouco mais isenta. Ás vezes ainda sinto que sou ingénuo.

O primeiro cartão amarelo do Hulk foi por palavras, presumo que por ter reclamado da falta que lhe foi marcada e depois o segundo por uma coisa que não consigo entender. Supostamente terá sido pela entrada que o Hulk fez ao jogador do Paços de Ferreira, e se foi por isso até consigo aceitar o cartão. O problema é que a bola é reposta em jogo através de um pontapé de baliza e por isso não houve falta antes.

O relatório da comissão disciplinar da liga indica que o jogador foi suspenso com 1 jogo por ter infrigido o artigo 130.5 que diz, e passo a citar, "O jogador, que no mesmo jogo for sancionado com o cartão amarelo e cometer outra falta não qualificada a que corresponda cartão amarelo ser-lhe-á, exibido novo cartão amarelo, imediatamente seguido de cartão vermelho, com expulsão do terreno do jogo, sendo punido automaticamente com um jogo de suspensão e a multa de € 150 (cento e cinquenta euros), não contando os cartões amarelos exibidos para efeito de acumulação.".

Face a isto o jogador terá de cometer falta para que lhe seja aplicado o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho. Ora a cometer falta a equipa adversária terá de ser beneficiada com um pontapé de livre directo e nunca com um pontapé de baliza, como se simplesmente a bola tivesse saído do terreno de jogo.

Foi, até à expulsão do Hulk, nitida a perseguição do Xistrema ao jogador e a expulsão até não aconteceu mais cedo por vergonha, o teatro do jogador do Paços naquela mão no peito foi demasiado evidente e dava muito nas vistas. Curiosamente outra situação caricata. Ao marcar essa falta o árbitro deveria ter automaticamente dado ordem de expulsão ao jogador (se houve falta a mesma teria de ser por agressão) mas como o teatro foi muito evidente marcou a falta e não deu qualquer cartão.
Ora se o jogador do Paços não foi agredido fez teatro, tentando enganar propositadamente o árbitro, e por isso deveria ter sido advertido com o cartão amarelo.

Outras situações poderiam ser aqui faladas mas não vale a pena.

Lembro que aquilo que nos fazem de mal apenas nos faz ficar mais fortes. Começem assim que no fim vamos acabar campeões.

2 comentários:

Anónimo disse...

O 1º cartão è um exagero, a reacção do Kulk è aceitavel e então tendo em conta o critério do arbitro ao longo do jogo que "permitiu" diversos protestos ao jogadores pacenses...

Este senhor arbitro também apitou a època passada o Estrela Amadora/FCP, para aTaça de péssimas recordações para o Hulk e FCP...

Nomeação infeliz.

freefun0616 disse...

酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,