domingo, abril 13, 2008

V. Setúbal - FC Porto, 1-2


Poderia pensar-se que o FC Porto depois de ter garantido o primeiro lugar no campeonato iria baixar drásticamente o rendimento nos jogos que ainda faltam disputar, mas o jogo de ontem frente ao Setúbal veio provar precisamente o contrário.

O FC Porto continua a querer ganhar todos os jogos que disputa, não interessa a classificação ou a prova que está a disputar.

A equipa que entrou ontem em campo estava modificada. Em parte devido a algumas lesões (caso de Helton), a algumas acumulações de amarelos (Meireles) e também por gestão de plantel, onde se insere aqui a grande maioria das ausências. No horizonte vê-se o jogo com o Setúbal para a Taça de Portugal, prova que os dragões querem ganhar para fazer a "dobradinha" e, é certo que um pouco mais longe, o jogo frente ao Benfica para a 27ª jornada, jogo que nenhum dragão desejaria perder.

Mesmo assim os jogadores que entraram provaram que merecem estar no plantel do FC Porto, pelo seu valor e pela sua entrega.

A história do jogo começou a fazer-se aos 25 minutos quando Quaresma cruza para a área, onde aparece Kazmierczak a desviar para depois Lisandro (mais um golo e já conta 22) encostar para o primeiro golo.

Mais tarde, pouco mais tarde, aos 30 minutos, Lucho envia a bola para o coração da área onde aparece Mariano, aproveitando um mau corte do defesa setubalense, a fazer o segundo golo.

Nesta altura parecia que o FC Porto ia embalar para mais uma goleada. O Setúbal não conseguia construir, estava muito limitado ofensivamente e por isso raramente criava situações de perigo para a baliza de Nuno.

Obviamente que o futebol não é uma ciência exacta e por isso no terceiro remate à baliza de Nuno, Hugo faz um excelente golo, reduzindo a vantagem do FC Porto. Estavam decorridos 38 minutos.

Na segunda parte o FC Porto apenas geriu o resultado. Jogou q.b. face também ao que o Setúbal foi produzindo. A vitória estava na mão, mesmo que pela diferença minima. Ainda se conseguiram criar uns quantos lançes de perigo, mas o caudal ofensivo desta segunda parte foi muito inferior ao da primeira.

O FC Porto foi um justo vencedor.

Segue-se então na terça-feira o jogo frente a este mesmo Vitóra de Setúbal para a Taça de Portugal. O vencedor irá defrontar na final o Sportng ou o Benfica.

Força FC Porto.

3 comentários:

ssebastiao disse...

João; para que saibas que não ando distraído, estou em festa pelo "tri" e grato pelo apoio que dás à causa do "sebastião" relativamente ao abate de árvores em Loulé... Obrigado amigo dragão!

C Valente disse...

e a final da Taça está já garantida
Parabens
Saudações amigas

meg disse...

mrgrd.gms@gmail.com pede teu mail e apaga